Quinta, 21 Setembro 2017

E Entretenimento - Destaques

Dez destinos no mundo para o peregrino católico

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Confira uma lista de 10 destinos imperdíveis no mundo, para todo peregrino católico:

1. Terra Santa

Na Terra Santa nasceu, viveu e morreu Nosso Senhor Jesus Cristo e também foi o cenário dos acontecimentos do Antigo e do Novo Testamento. Foi uma terra de batalhas, como as Cruzadas; objeto de disputas políticas e religiosas. Entre os lugares que se pode visitar, está Jerusalém (Israel), a cidade onde Cristo fez parte de sua vida pública e onde entrou triunfante no Domingo de Ramos.

Também é possível visitar o Santo Sepulcro, o Muro das Lamentações, a Igreja da multiplicação dos pães e os peixes, a Igreja da condenação e imposição da Cruz, a Igreja da Visitação, a Basílica da Natividade, entre outras.
Atualmente, os cristãos convivem com várias religiões, como os judeus e os muçulmanos, para quem essa terra também tem um grande valor.

2. Roma e o Vaticano (Itália)

Roma, a Cidade Eterna. Nela se encontram as quatro basílicas papais: São Pedro (a mais importante), São João de Latrão, Santa Maria Maior e São Paulo Extramuros. Também há vários lugares históricos como praças, palácios, casas, catacumbas, museus, entre muitos outros, onde se pode conhecer mais sobre a história da Igreja.
Em seus domínios, está a Cidade do Vaticano, o coração da Igreja Católica, local de residência do Papa Francisco e toda a cúria romana.

Atualmente, a Igreja celebra o Jubileu da Misericórdia (de 8 de dezembro de 2015 a 20 de novembro do 2016). Assim, o viajante pode se inscrever caso deseje cruzar a Porta Santa e visitar os lugares santos.

3. Fátima (Portugal)

Este é um dos santuários marianos mais importantes para os católicos. Foi onde se apareceu a Virgem de Fátima em 1917 a três pastorinhos (Lúcia, Francisco e Jacinta).

Fátima possui várias capelas e basílicas. A principal é a Basílica de Nossa Senhora do Rosário, onde estão as tumbas dos três videntes. A parte exterior está rodeada por 200 colunatas. Dentro destas, há 14 altares que também representam as estações do Via Sacra.

Os outros recintos do Santuário de Fátima são a Capela das Aparições, a Casa de Retiros de Nossa Senhora do Carmo e a Reitoria, a Casa de Retiros de Nossa Senhora das Dores e o Albergue do Peregrino, a Praça Pio XII, o Centro Pastoral Paulo VI e a nova Igreja/Basílica da Santíssima Trindade.

4. Basílica da Virgem de Guadalupe (México)

Em 1531, a Virgem de Guadalupe pediu a São Juan Diego que dissesse ao bispo que ela desejava que lhe fosse construído um templo no monte do Tepeyac. Agora, este é um dos lugares católicos mais importantes para os peregrinos de todo o mundo.

A basílica atual foi inaugurada em 1976 e ali se conserva a Tilma de São Juan Diego, onde está plasmada a imagem de Nossa Senhora de Guadalupe. Este grande templo foi erguido para acolher uma maior quantidade de peregrinos.

Esta Basílica é parte de um complexo de igrejas conhecido como “A Vila” e que estão dedicadas a São Juan Diego: a Capela do Cerrito, o Convento e Templo das Capuchinhas, a Capela do Pocito, entre outras. Também há uma imagem da Virgem do Guadalupe em braile.

5. Santuário da Virgem de Lourdes (França) (foto)

Este Santuário é conhecido como o lugar das curas. Costuma-se entregar a água que se obtém da gruta às pessoas com enfermidades e muitos peregrinam em busca de cura. Também os visitantes deixam milhares e milhares de velas em ação de graças ou por um pedido.

O mais importante para visitar em Lourdes é a gruta do Massabielle, onde a Virgem costumava aparecer a Santa Bernadette. Deste lugar brotou um manancial de água pura de onde nunca deixou de brotar água.

Sobre a rocha onde está a gruta, construiu-se a Basílica da Imaculada Conceição, inaugurada em 1871. Em Lourdes também está a Basílica de Nossa Senhora do Rosário que tem uma capacidade para 60 pessoas em cadeira de rodas.

6. Santiago de Compostela (Espanha)

A Catedral de Santiago de Compostela foi construída sobre um pequeno mausoléu onde foram colocados os restos do apóstolo São Tiago. Logo depois que foi reconstruída quatro vezes, em 1075 foi erguida a catedral que é conservada até hoje, embora tenha passado por vários estilos arquitetônicos.

Foi o cenário de vários acontecimentos históricos, como as coroações dos reis de Galícia na Idade Média, e foi o quartel dos soldados franceses durante a Guerra de Independência.

Atualmente, Santiago de Compostela é o destino final do “Caminho de Santiago”, um dos principais lugares de peregrinação na Espanha e no mundo.

7. Santuário da Divina Misericórdia (Polônia)

Este Santuário está localizado na colina de Lagiewniki, perto da cidade de Cracóvia. Era a antiga capela do Convento das Irmãs da Mãe de Deus da Misericórdia, onde Santa Faustina Kowalska, a vidente da Divina Misericórdia, morou durante cinco anos.

Em um altar localizado embaixo do quadro de Jesus Misericordioso estão as relíquias desta Santa, a quem o Senhor da Divina Misericórdia apareceu e transmitiu a conhecida oração do Terço da Misericórdia.

Outro dos tesouros espirituais deste Santuário é a “pedra angular”, a qual foi trazida do Gólgota (o monte calvário) e colocada na entrada.

Dizem que São João Paulo II costumava passar perto do Santuário todos dias quando ainda era jovem e trabalhava em umas pedreiras da fábrica Solvay. Em 2002, consagrou o mundo à Divina Misericórdia neste mesmo lugar.

8. Igreja da Sagrada Família em Barcelona (Espanha)

A construção deste fantástico templo começou a partir de uma inspiração santa. O livreiro Josep María Bocabella, animado por São Josep Manyanet, teve a ideia de construir um templo expiatório dedicado à Sagrada Família.

O arquiteto catalão Antonio Gaudí, atualmente em processo de beatificação, recebeu a missão de desenhá-la. Inventou uma estrutura que reflete as formas da natureza. Suas doze torres representam os doze apóstolos, procuram imitar as árvores e o esqueleto humano. Não existe nem um só pedaço desta Igreja que não haja um detalhe. Sua estética é harmoniosa e dinâmica. Suas janelas permitem uma excelente iluminação interna.

Sua construção continua sendo feita desde 1882 e os arquitetos encarregados desta obra esperam que esteja pronta em 2026. Foi consagrada pelo Papa Bento XVI como Basílica Menor em 2007 e é um dos lugares mais visitados na Espanha.

9. Basília de Nossa Senhora de Aparecida (Brasil)

A Basílica de Nossa Senhora Aparecida é a segunda basílica maior do mundo, logo depois da Basílica de São Pedro (Vaticano). Foi construída alguns anos depois que um grupo de pescadores, entre os quais estava Felipe Pedroso, tivesse encontrado uma imagem de Nossa Senhora da Conceição.

Seu filho, Atanasio Pedroso construiu uma capela. Com o passar do tempo, a Basílica atual foi construída. Tem capacidade para 45 mil pessoas. Neste templo, o Papa Francisco celebrou sua primeira Missa pública durante a Jornada Mundial da Juventude no Rio do Janeiro, em 2013, e, em 2007, foi à sede da V Conferência Geral do Episcopado Latino-americano e do Caribe, inaugurada pelo Papa Bento XVI.

10. Catedral de Notre Dame, Paris (França)

Sua construção começou na Île de la Cité de Paris em 1163 e foi finalizada 180 anos depois. Rodeada pelas águas do rio Sena, Notre Dame foi cenário de novelas, pinturas e filmes.

Notre Dame foi desenhada para ser um “catecismo de pedra” e que por meio dela os fiéis conheçam Deus, especialmente porque nessa época a maioria das pessoas não sabia ler nem escrever.

Os alicerces sobre os quais se edificou esta catedral gótica são nada mais e nada menos que a primeira igreja cristã de Paris, a Basílica de Saint-Ettiénne, construída no ano 528.

Fonte: Notícias Católicas